quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Cris do Blog "Novo Blog da Cris"

.

http://novoblogdacris.blogspot.com/
.
Flor Bela de Alma
.
Participar desta postagem coletiva deu-me alguns prazeres:
Pesquisar a vida de Florbela Espanca e sua obra, sentindo-me mais perto de Portugal.
.
À Flor um grande beijo pela iniciativa.
.

.
" As almas das poetisas são todas feitas de luz, como as dos astros: não ofuscam, iluminam...."
.
.
O mundo diz-te alegre porque o riso
Desabrocha em tua boca, docemente
Como uma flor de luz! Meigo sorriso
Que na tua boca poisa alegremente!
.
Chama-te o mundo alegre. Ai, meu amor,
Só eu inda li bem nessa alegria!…
Também parece alegre a triste cor
Do sol, à tarde, ao despedir-se o dia!...
.
És triste; eu sei. Toda suavidade
Tão roxa, como é roxa uma saudade
É a tua alma, amor, cheia de mágoa.
.
Eu sei que és triste, sei. O meu olhar
Descobriu o segredo, que a cantar
Repoisa nos teus olhos rasos d’água!…
.
Florbela Espanca
.
Este post faz parte da Blogagem Coletiva Interlúdio com Florbela, promovido pelo Blog Interlúdio
.

4 comentários:

Cris disse...

Flor,

Além do prazer de conhecer melhor a obra da poetisa, vibrei com a grande corrente que se fez em torno de palavras e pessoas. Inesquecível.

Muito obrigada.

Cris disse...

Flor...

Hoje, com um pouquinho mais de tempo, coloco teu link lá no meu garimpo de palavras... Como é de costume, procure-se lá . Será fácil demais.

Beijão.

EternaApaixonada disse...

*****

Sensibilidade e alegria nessa homenagem à poetisa amada!

Parabéns Cris!

Parabéns Flor ♥ !

Meu carinho a vocês

Helô

*****

Blogadinha disse...

Belo sentimento e pesquisa elaborada.
Parabéns a quem assim o facultou!
Beijinhos